Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘William Burroughs’

(continuação)

Nos anos 60, as capas da Esquire perderam as pin-ups, as ilustrações, as imagens sem relação com o conteúdo interno da revista e o seu mascote (uma carinha de homem desenhada que, até então, estava presente em todas as edições). Foi nessa década que a Esquire passou a apostar em capas criativas, fotografia e temas polêmicos, como você pode ver abaixo.

E RELEMBRE: As melhores capas da Esquire nos anos 50

esquire1960marcoMarço de 1960: O assunto é o novo romance de Colette, mas a mulher da capa é outra pessoa

 

esquire1965marcoMarço de 1965: Estaria a mulher se masculinizando?

 

esquire1965junhoJunho de 1965: Sean Connery, símbolo sexual como James Bond

 

esquire1966fevereiroFevereiro de 1966: Woody Allen e Ann-Margret

 

esquire1966maioMaio de 1966: No auge da guerra fria, até sexo era instrumento de espionagem

 

esquire1966agostoAgosto de 1966: Floyd Patterson e Muhammad Ali (Cassius Clay)

 

esquire1966outubroOutubro de 1966: A verdade sobre a Guerra do Vietnã

 

esquire1968abrilAbril de 1968: Muhammad Ali, muçulmano, dando uma de São Sebastião

 

esquire1968maioMaio de 1968: Richard Nixon às vésperas de ser eleito presidente dos EUA

 

esquire1968novembroNovembro de 1968: Jean Genet, William Burroughs, Terry Southern e John Sack

 

esquire1968dezembroDezembro de 1968: Os estereótipos femininos

 

esquire1969maioMaio de 1969: Andy Warhol e a decadência da arte de vanguarda

 

esquire1969agostoAgosto de 1969: A moral americana em debate

 

esquire1969setembroSetembro de 1969

 Em breve, veja aqui as melhores capas da Esquire nos anos 70.

Read Full Post »