Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘pop art’

Quando vi a capa da próxima coletânea de Madonna, Celebration, achei horrível, pobre, arremedo óbvio de Andy Warhol. Até que parei para pesquisar o trabalho do responsável pela arte: o francês Thierry Guetta, mais conhecido como Mr. Brainwash ou MBW. É um artista de rua com centenas de trabalhos espalhados pelos muros e fachadas de Los Angeles e Nova York. Sim, ele brinca com as marcas registradas de Warhol (e de Marcel Duchamp, e de Jackson Pollock), tomando assuntos e personalidades da atualidade como temas. Ver sua arte aplicada em grandes espaços tem um impacto muito diferente do de observar a diminuta capa de um disco. No fim das contas, virei fã de Mr. Brainwash. E já nem acho a capa do CD da Madonna tão ruim assim…

Mr Brainwash - Madonna CelebrationCapa da coletânea Celebration, de Madonna

 

Mr Brainwash - Madonna Celebration 02Capa do single Celebration, de Madonna

 

Mr Brainwash - Madonna e Angelina JolieMadonna e Angelina Jolie

 

Mr Brainwash - Madonna e Marilyn MonroeÁrvore genealógica: Marilyn Monroe, Madonna e Britney Spears

 

Mr Brainwash - Marilyn Moroe e Britney SpearsMarilyn Monroe e Britney Spears

 

Mr Brainwash - Madonna e Britney SpearsO famoso beijo de Britney Spears e Madonna

 

Mr Brainwash - Madonna e Britney Spears 02O beijo de Britney Spears e Madonna nas ruas

 

Mr Brainwash - Gentlemen prefer blondsOs homens preferem as louras

 

Mr Brainwash - Dr SpockDr. Spock

 

Mr Brainwash - Jack NicholsonJack Nicholson

 

Mr Brainwash - Michael Jackson - Circus girlMichael Jackson – Circus girl

 

Mr Brainwash - Kanye WestKanye West

 

Mr Brainwash - BeatlesThe Beatles

 

Mr Brainwash - Billie HolidayBillie Holiday

 

Mr Brainwash - John LennonJohn Lennon

 

Mr Brainwash - LA LakersLA Lakers

 

Mr Brainwash - Mohammed AliMuhammad Ali (Cassius Clay)

 

Mr Brainwash - Mohammed Ali 02JPGMuhammad Ali (Cassius Clay) em ação

 

Mr Brainwash - Morrissey - I'm throwing my arms around ParisCapa do single I’m throwing my arms around Paris, de Morrissey

 

Mr Brainwash - Rolling StonesThe Rolling Stones

 

Mr Brainwash - Rosa Parks - Martin Luther King Jr - Barack ObamaRosa Parks, Martin Luther King Jr. e Barack Obama

 

Mr Brainwash - RuaAlfred Hitchcock, Syd Vicious, Salvador Dalí etc

 

Mr Brainwash - Salvador DaliSalvador Dalí

 

Mr Brainwash - Star WarsStar Wars

 

Mr Brainwash - Super Barack Obama 01Super-Barack Obama

 

Mr Brainwash - Thelonius MonkThelonius Monk

 

Mr Brainwash - Jimi Hendrix

Jimi Hendrix

 

Mr Brainwash - Elvis Presley

Elvis Presley

 

Mr Brainwash - Michael Jackson

Michael Jackson

Anúncios

Read Full Post »

obama

A popularidade de Barack Obama é enorme, a ponto de pessoas em todo o mundo se apropriarem de sua imagem para criar todo tipo de peça visual – muitas delas, bastante criativas. Em todo lugar, é o rosto dele que temos visto. Mas nenhuma de suas muitas imagens se tornou tão famosa quanto essa da foto acima, criada pelo artista gráfico e ex-grafiteiro Shepard Fairey, cuja obra já mostrei aqui no blog. Seu cartaz de apoio a Obama, em duas versões – uma com a palavra “hope” (esperança), outra com “progress” (progresso) – já é um ícone de nossa época. Se vai durar para sempre ou não, depende de como Obama se sair como presidente dos EUA.

Foi em janeiro deste ano que Fairey obteve permissão de Obama para criar o pôster e difundi-lo, em apoio a sua candidatura. A primeira tiragem dos cartazes teve 350 unidades, todas vendidas em apenas 15 minutos, pelo preço de US$ 45 cada uma. Muitas das peças foram parar imediatamente no site de leilões ebay, com os preços nas alturas, até atingirem, em junho, a marca impressionante de US$ 10 mil. O pôster de Fairey já era uma obra de arte pop.

shepardfaireyobamaOutras tiragens do cartaz foram impressas, bem como milhares de adesivos. Fairey, seus fãs e os eleitores de Obama trataram de colar a imagem em paredes e muros de todo o território norte-americano, proliferando como um vírus. Obama e aquela peça de design gráfico insuflaram mutuamente a popularidade de um e de outro.

Logo surgiu internet afora uma série de tutoriais e plugins que ensinavam a “obamificar” qualquer foto, de modo a ficar parecida com o célebre cartaz feito por Fairey, num efeito multiplicador impressionante. A estética do artista, inspirada em Andy Warhol e na propaganda comunista, agora está em toda parte, não apenas na campanha de Obama.

É incontável o número de artistas e celebridades que vieram a público ostentando a imagem original de Fairey para apoiar a candidatura de Obama. Ontem, em show no Rio de Janeiro, a banda REM projetou o pôster de Fairey em seus telões para comemorar a vitória do democrata. Na quarta-feira, Madonna fez o mesmo em seu show de San Diego, como você pode ver no vídeo abaixo:

 

 

Em entrevista à CBS, Fairey conta que jamais poderia imaginar que seu pôster chegaria tão longe:

 

 

Abaixo, você vê algumas das inúmeras apropriações que o público tem feito do trabalho de Fairey:


sfbradpitt
sfgrouxomarx
sfbobhope
sfalfredeneumasfluke
sfamywinehousesfpooh

sfdoom

Read Full Post »

Uma das maiores provas de que Amy Winehouse se tornou um ícone pop é o fato de muitas pessoas virem se apropriando de sua imagem para criar obras de arte, desfiles de moda, histórias em quadrinhos, vídeos etc. Seu cabelo bolo-de-noiva, suas tatuagens, seu olhar e sua silhueta peculiar estão em toda parte, não apenas na imprensa. A partir de hoje, Amy está também na galeria de arte ocontemporary, em Londres, na exposição New Paintings for Modern Times, em que o artista plástico inglês Gerald Laing se utiliza de fotos da cantora, publicadas em tablóides britânicos, para fazer pop art.

Laing, integrante da primeira geração da arte pop, começou pintando belas moças nos anos 1960, incluindo Brigitte Bardot. Dos anos 1970 aos 1990, dedicou-se às esculturas e a outros projetos. Somente em 2004 resolveu voltar às pinturas – revoltado com as notícias de tortura realizada por soldados norte-americanos em Abu Ghraib, Iraque, Laing usou as fotos da barbárie para protestar. Na época, ele se dizia indignado com o fato de o sonho americano, que inspirou tanta gente no passado, ter se transformado em uma forma de imperialismo. Ao pintar as mulheres militares torturadoras dos anos 2000, ele dizia estar mostrando às starlets que pintara nos anos 1960 o que faziam suas filhas e netas.

Passada essa fase, Laing agora se debruça sobre Amy Winehouse, sua mais nova musa. “O que me interessa é a combinação do maravilhoso poder gráfico da imagem de Amy e os eventos extraordinários e quase míticos de sua vida”, diz Laing.

Veja abaixo o resultado do fascínio de Gerald Laing por Amy Winehouse e também algumas amostras do trabalho que ele fez sobre a Segunda Guerra do Iraque e suas starlets de 40 anos atrás:

The Gethsemane Kiss, 2008

 

Gethsemane, 2008

 

The Kiss II, 2008

 

The Kiss, 2007

 

Mother and Child Kiss, 2008

 

Domestic Perspective, 2008

 

Thus Far and No Further, 2008

 

US on Top, 2004

 

Only One of Them Uses Colgate, 2004

 

Study for “Look, Mickey!”, 2004

 

Study for “Homage to Joseph Albers”, 2004

 

Brigitte Bardot, 1968

 

Stacy, 1968

 

Sandra, 1968

 

Read Full Post »

Read Full Post »