Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘James Dean’

Ando com saudade de ouvir The Smiths. E lembrei que seus discos não eram bons apenas pela música, mas também pela capa. A arte gráfica dos álbuns e compactos da banda sempre traziam figuras do cinema underground, anônimos em fotos charmosas, celebridades bizarras ou mesmo grandes ícones em fotografias raras. Em geral, era difícílimo identificar a origem de cada capa só de olhar. Pra matar a saudade e a charada que representa cada capa dos Smiths, passeei pela internet e mostro aqui essas belezas devidamente explicadas. As capas foram criadas por Morrissey e Joe Slee, coordenador de arte da gravadora Rough Trade, e mostram imagens, artistas e filmes que inspiraram o líder da banda:

 

hi_1983_handinglove7_smithslondon_1Leo Ford, astro pornô gay, na capa do single Hand in glove (1983)

 

hi_1983_thischarming7_1992_1O ator Jean Marais no filme Orfeu (1949), capa do single This charming man (1983)

 

hi_1984_whatdiff7_stamp2_1O ator Terence Stamp no filme O colecionador (1965), capa do single What difference does it make? (1984)

 

hi_1984_smiths10_1O ator e garoto de programa Joe Dallesandro no filme Flesh, de Andy Warhol, capa do álbum The Smiths (1984)

 

hi_1984_heaven12_1Viv Nicholson, inglesa que ficou famosa em 1961 por ter ganhado o que hoje equivale a 5 milhões de libras na loteria esportiva, capa do single Heaven knows I’m miserable now (1984)

 

hi_1984_william17_1Foto de um anúncio de caixas acústicas, do início dos anos 80, capa do single William, it was really nothing (1984)

 

hi_1984_william212_1A capa anterior rendeu problemas jurídicos e o single foi reimpresso com esta outra capa, que mostra a atriz Billie Whitelaw no filme Charlie Bubbles, a máscara e o rosto (1968)

 

hi_1984_hatful10_1O até então anônimo Fabrice Colette fotografado por Gilles Decroix para uma matéria do jornal francês Libération (1983), capa do álbum Hatful of hollow (1984)

 

hi_1985_howsoon12_uk_1O ator Sean Barrett no filme Dunkirk (1958), capa do single How soon is now? (1985)

 

hi_1985_meat12_1Imagem do documentário In the year of the pig (1968), capa do álbum Meat is murder (1985)

 

hi_1985_shakespeare12_1A atriz Pat Phoenix na telenovela britânica Coronation Street, capa do single Shakespeare’s sister (1985)

 

hi_1985_barbarism12_promo_1Viv Nicholson (a mesma que ganhou na loteria, vide acima), agora na capa do single Barbarism begins at home (1985)

 

hi_1985_headmaster12_dutch_1Robert Duncan em cena de rodeio do filme The uncle (1965), capa do single The headmaster ritual (1985)

 

hi_1985_thejoke12_1Criança desconhecida em cena do filme ucraniano The enchanted Desna (1965), em foto extraída da revista Film and filmaking, capa do single That joke isn’t funny anymore (1985)

 

hi_1985_theboy12_1O ainda bem jovem escritor Truman Capote, capa do single The boy with the thorn in his side (1985)

 

hi_1986_bigmouth12_greek_1O ator James Dean em foto feita por Nelva Jean Thomas em 1948, capa do single Bigmouth strikes again (1986)

 

hi_1986_thequeenisdead10_1O ator francês Alain Delon no filme L’insoumis (1964), capa do álbum The queen is dead (1986)

 

hi_1986_panic7_1O ator americano Richard Bradford, capa do single Panic (1986)

 

hi_1986_somegirls12_1A atriz britânica Yootha Joyce no set do filme Catch us if you can (1965), capa do single Some girls are bigger than others (1986)

 

hi_1986_ask7_german_1O ator Colin Campbell no filme The leather boys (1964), capa do single Ask (1987)

 

hi_1987_shoplifters12_1Elvis Presley fotografado por seu cabeleireiro J. R. Reid em 1955, capa do single Shoplifters of the world unite (1987)

 

hi_1987_worldwontlisten12_1Adolescentes nos anos 50, em foto de Jurgen Vollmer publicada no livro Rock’n’roll times, capa da compilação The world won’t listen (1987)

 

hi_1987_sheila12_1O transexual Candy Darling, dos filmes de Andy Warhol, capa do single Sheila take a bow (1987)

 

hi_1987_louder12_1A dramaturga britânica Shelagh Delaney, capa da coletânea Louder than bombs (1987)

 

hi_1987_girlfriend12_grey_1A mesma pessoa da capa acima, agora na capa do single Girlfriend in a coma (1987)

 

hi_1987_strangeways12_1O ator americano Richard Davalos, capa do álbum Strangeways, here we come (1987)

 

hi_1987_istarted7_1A atriz britânica Avril Angers no filme The family way (1966), capa do single I started something I couldn’t finish (1987)

 

hi_1987_stopme12_dutch_1O cantor e ator britânico Murray Head no filme The family way (1966), capa do single Stop me if you think you’ve heard this one before (1987)

 

hi_1987_lastnightcd_1O roqueiro britânico Billy Fury, capa do single Last night I dreamt that somebody loved me (1987)

 

hi_1988_rank12_1A atriz britânica Alexandra Bastebo, capa do álbum Rank (1988)

 

hi_1992_best112_uk_1
hi_1992_best212_uk_1Capas dos volumes 1 e 2 da coletânea Best (1992), que trazem a mesma foto cortada ao meio, mostrando um casal de motociclistas fotografados pelo ator Dennis Hopper. A foto foi extraída do livro Out of the sixties, lançado pelo ator em 1986.

 

hi_1992_best1cd_1
hi_1992_best2cd_1Capas da versão americana dos volumes 1 e 2 da coletânea Best (1992), com o ator americano Richard Davalos

 

hi_1992_howsoon7_1Os atores britânicos Vanessa Redgrave e David Hemmings no filme Blow up – Depois daquele beijo (1966), capa do CD-single How soon is now? (1992)

 

hi_1992_thereisalightcd1_1A cantora britânica Sandie Shaw, capa do single There is a light that never goes out (1986)

 

hi_1995_singlescd_1A atriz britânica Diana Dors no filme Yield to the night (1956), capa da compilação Singles (1995)

 

hi_1995_sweet12_1O boxeador Cornelius Carr, em imagem extraída do vídeo de Boxers (1995), single solo de Morrissey, aqui na capa do single dos Smiths Sweet and tender hooligan (1995)

 

hi_2001_theverybestcd_1O comediante britânico Charles Hawtrey, capa da coletânea The very best of The Smiths (2001)

 

[Fontes principais: The Smiths Iconic Sleeve Covers e Vulgar Picture]

Anúncios

Read Full Post »

[Fonte: Best Postage Stamps]

Read Full Post »

A campanha, da agência Africa, é para divulgar pôsteres de ícones do cinema, dados como brinde nas edições dominicais da Folha de S. Paulo (alguém sabe disso? Já rolou? Ainda vai rolar? A idéia foi abortada? Achei meio estranha…). O slogan é “Os astros do cinema estão no seu jornal”. Tem algumas pessoas dizendo que a idéia é pobre, mas eu gostei. Fiquei até orgulhoso ao descobrir que um dos diretores de criação é o Fábio Seidl, talentoso ex-colega de faculdade.

[Fonte: Ads of the World]

Read Full Post »

A revista Forbes divulgou esta semana sua já tradicional lista dos mortos famosos com maior faturamento nos últimos 12 meses. Veja os campeões do momento:

 

1. Elvis Presley: O rei do rock sempre está na lista, freqüentemente em primeiro lugar. Nos últimos 12 meses, ele rendeu US$ 52 milhões, o que é bem mais do que faturaram os vivíssimos Justin Timberlake (US$ 44 milhões) e Madonna (US$ 40 milhões) no mesmo período. O ótimo resultado foi alavancado pela data redonda de 30 anos de sua morte, o que motivou o lançamento (e a venda) de vários novos produtos licenciados com seu nome e imagem.

 

2. Charles M. Schulz: O finado criador dos Peanuts rendeu US$ 33 milhões a seus herdeiros este ano. A dinheirama vem, sobretudo, de um grande negócio fechado com a Warner, que vai lançar DVDs de Snoopy e sua turma. Além disso, Charlie Brown esteve na campanha Rock The Vote, aquela que incentiva os jovens americanos a votar.

 

3. Heath Ledger: O ator morreu em janeiro e já estréia na lista, com faturamento de US$ 20 milhões. Motivo: ele tinha participação nos lucros do filme Batman – O Cavaleiro das Trevas, além de ter licenciado sua imagem para diversos produtos relacionados ao seu personagem no filme, o Coringa.

 

4. Albert Einstein: O nome e a imagem do físico alemão renderam US$ 18 milhões, graças a novos produtos Baby Einstein, da Disney. e ao uso de seu rosto em uma marca de café da Nestlé no Japão e em uma campanha publicitária de tênis.

 

 

5. Aaron Spelling: O falecido produtor de TV enriqueceu seus herdeiros em mais US$ 15 milhões por conta dos direitos de venda e exibição de diversos seriados e filmes, como As Panteras, A Felicidade Não se Compra e o recém-ressuscitado Beverly Hills 90210, série mais conhecida no Brasil como Barrados no Baile.

 

6. Dr. Seuss (Theodor Geisel): O escritor de histórias infantis faturou US$ 12 milhões pela venda de seus livros, pelo merchandising associado a seus personagens, pelo desenho animado Horton e o Mundo dos Quem! (aquele que tem Jim Carrey na dublagem) e pelo sucesso do musical How The Grinch Stole Chrtistmas na Broadway. Tudo seu.

 

7. John Lennon: O ex-beatle rendeu US$ 9 milhões em direitos autorais de suas músicas e licenciamento de sua imagem.

 

 

 

7. Andy Warhol: Foram US$ 9 milhões provenientes do licenciamento de jeans Levi’s, sapatos, relógios, perfumes e uma série de outros produtos associados ao mestre da pop art.

 

 

8. Marilyn Monroe: A Unilever pagou uma baba para ter a atriz como estrela da nova campanha do xampu Seda. A Mercedes-Benz também a quis. Resultado: US$ 6,5 milhões de faturamento.

 

 

9. Steve McQueen: Os US$ 6 milhões faturados em nome do ator se devem a uma coleção de casacos da marca Dolce & Gabbana, a uma edição do uísque Ballantine’s, aos relógios Tag Heuer que levam sua assinatura e uma linha de motocicletas, basicamente. Tudo associado ao espírito aventureiro de McQueen.

 

 

 

10. Paul Newman: Mais um estreante na lista. Tem pouquíssimo tempo de morto, mas o suficiente para arrecadar US$ 5 milhões com a comercialização de seus filmes. E olha que a conta nem inclui a super bem-sucedida linha de produtos alimentícios do ator.

 

 

10. James Dean: A rebeldia do ator rendeu US$ 5 milhões em campanhas publicitárias do tênis Converse, da Mercedes-Benz e várias outras marcas que o quiseram como garoto-propaganda recentemente.

 

 

11. Marvin Gaye: O cantor fez US$ 3,5 milhões por conta de relançamentos impulsionados pela comemoração dos 50 anos da Motown, da filmagem de duas cinebiografias sobre sua vida e dos numerosos samples legalizados de trechos de suas músicas por parte de artistas de hip hop.

Read Full Post »