Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Guy Bourdin’

Semana passada, publiquei aqui um portfólio do falecido fotógrafo francês Guy Bourdin. Hoje mostro um pouco de sua influência cultural. Qualquer fotografia de moda que aposte em cores saturadas, objetificação de partes do corpo humano, glamour misturado a bizarrice, aura chique de lesbianismo ou a mulher como um corpo inanimado deve muito a Guy Bourdin. Ele é fonte de inspiração de incontáveis artistas. Aqui mostro alguns exemplos mais óbvios de sua influência.

Influência de Guy Bourdin - Terry RichardsonA campanha que o fotógrafo Terry Richardson fez para os óculos escuros de Tom Ford (à direita) parece inspirada em foto (à esquerda) de Guy Bourdin.

 

Influência de Guy Bourdin - Terry Richardson 2Terry Richardson também parece ter pensado muito em Bourdin (esq.) ao criar a campanha da nova frangrância de Tom Ford (dir.)

 

Influência de Guy Bourdin - Mert Alas e Marcus Piggot (Vanessa Paradis)A capa de novembro passado da Vogue francesa, com Vanessa Paradis (dir.) poderia ter sido feita por Bourdin (esq.), mas foi criação da dupla Mert Alas e Marcus Piggot, dois seguidores do francês.

 

Influência de Guy Bourdin - David Lachapelle (Thora Birch)Uma foto de Bourdin (esq.), outra de David Lachapelle (dir.) – esta mostrando Thora Birch.

 

Influência de Guy Bourdin - David Lachapelle (Matt Dillon)Lachapelle é um dos fotógrafos mais influenciados por Bourdin. Esta foto sua do ator Matt Dillon (dir.) lembra muito esta outra de Bourdin (esq.).

 

Influência de Guy Bourdin - David Lachapelle (Skyy vodka)Até em sua campanha para a vodka Skyy (abaixo), Lachapelle remeteu a Bourdin (abaixo).

 

Influência de Guy Bourdin - MadonnaNo clipe de Hollywood (dir.), Madonna faz várias referências à obra de Bourdin (esq.)

Read Full Post »

Entre os anos 50 e 80, o fotógrafo francês Guy Bourdin revolucionou a fotografia de moda, elevando-a ao patamar de arte, com suas cores saturadas, enquadramentos atípicos, composições surrealistas, temáticas bizarras, sexualidade ousada e olhar nada óbvio sobre o produto que se pretendia vender. Por tudo isso, Bourdin foi um dos fotógrafos mais influentes de seu tempo. No entanto, seu nome nunca foi tão difundido quanto os de outros colegas de ofício, talvez porque Bourdin boicotava seu próprio legado, recusando todo e qualquer convite para exposição de sua obra ou compilação de seus trabalhos em livro. Bourdin trabalhava para revistas, sobretudo a Vogue francesa, e só permitia que suas fotos fossem apreciadas no contexto das publicações para as quais tinham sido feitas. Ele sequer armazenava suas fotos adequadamente, não se preocupava com isso. Somente após sua morte, em 1991, que sua obra começou a rodar o mundo em exposições. Atualmente, há uma grande retrospectiva de seu trabalho no Museu Brasileiro da Escultura (MuBe), em São Paulo, até dia 31/8. Lá é possível ver como os cliques de Guy Bourdin são incrivelmente atuais.

guy bourdin 32

guy bourdin 31

guy bourdin 30

guy bourdin 28

guy bourdin 27

guy bourdin 26

guy bourdin 24

guy bourdin 22

guy bourdin 21

guy bourdin 20

guy bourdin 19

guy bourdin 18

guy bourdin 16

guy bourdin 15

guy bourdin 14

guy bourdin 11

guy bourdin 10

guy bourdin 09

guy bourdin 08

guy bourdin 07

guy bourdin 06

guy bourdin 05

guy bourdin 03

guy bourdin 02

Read Full Post »